“A igreja do arrebatamento também corre o risco de cochilar”

Publicado em: 3 agosto 2017 ás 19:58:45

Afirmou o pastor André Matias se referindo a parábola das 10 virgens registrada em Mateus 25, durante a pregação do segundo dia de Congresso UMADESC

Por Monique Suriano

O Ministério de Louvor CADESC abriu a segunda noite do Congresso UMADESC com muito louvor e adoração. Em seguida, o grande coral de jovens cantou a música “Galileu” com muito entusiasmo. O Ministério Profético Soul, de Duque de Caxias, também participou da segunda noite da festividade. Os cantores Helder, Felipe, Adriano e Paulo ganharam a simpatia dos jovens já na primeira música “O Grande”. “A diferença aqui na UMADESC é que a glória aqui é d’Ele, quem brilha aqui é Ele, o grande aqui é Ele. Nós somos dependentes d’Ele, essa igreja é d’Ele, a UMADESC é d’Ele!”, bradou um dos cantores. Depois da música “Igual Não Há”, o cantor Paulo contou parte do seu testemunho de vida. “Olhem para mim, porque eu sou um milagre, vou fazer 24 anos. Perdi meu pai na adolescência, me envolvi com as drogas muito cedo, maconha, cocaína, com a prostituição. Ninguém da minha família dava nada por mim, eles pisavam em mim, nem eu acreditava em mim mesmo. Hoje eu sou obreiro da casa do Senhor, estou casado, Jesus me deu uma esposa maravilhosa e eu posso dizer para o inimigo que onde abundou o pecado superabundou a graça”, disse o vocalista.

O cantor e compositor Eli Soares, da Igreja Batista Getsêmani em Belo Horizonte, também marcou presença no 23º Congresso da UMADESC. Ele cantou “Deus Está Aqui” e “Tudo Que Eu Sou” com muita técnica e unção. “Será que você pode levantar as suas mãos e por alguns segundos adorar a um Deus que está acima de tudo e acima de todos. Você pode render graças a um Deus que não se limita às circunstâncias, que não se limita aos problemas humanos. Ele é maior que as suas circunstâncias, maior que a sua tristeza, maior que a sua dor, maior que a vida, que a morte, que os demônios, que os principados, que as potestades. E mesmo assim Ele está aqui nesta noite só para provar para o povo d’Ele que Ele ainda é Deus”, disse Eli Soares durante a ministração da música “Ninguém Explica Deus”. Ele também cantou as músicas “Meu Amanhã” e “Me Ajude a Melhorar”. “Chega de viver para suas próprias vontades, chega de viver do seu próprio jeito, é tempo de viver para Deus. Tudo que te separa de Deus vai sair da tua vida e a glória de Deus vai ser o seu diferencial a partir de hoje. Eu declaro santidade sobre essa juventude”, profetizou Eli Soares.

Foi o pastor André Matias quem pregou no segundo dia. Ele leu em Mateus 20.1-7 e falou sobre o arrebatamento da Igreja. “Você é a reserva de Deus nesta última hora. Nós não podemos perder o foco, nós estamos vivendo debaixo de um grande conflito espiritual. Essa mensagem é mais urgente que a gente pensa. Nós não precisamos ser PHD em Escatologia Bíblica para entendermos que Cristo está voltando. Já estamos às portas de um grande cataclismo mundial. Em nossa alma existe uma esperança, um sentimento de que Cristo está voltando, um sentimento de que alguma coisa extraordinária está para acontecer. Esse tema é propício para a nossa realidade. Tanto o Antigo quanto o Novo Testamento falam sobre o arrebatamento da igreja. No Antigo Testamento existem cerca de 1.527 e no Novo Testamento cerca de 318 referências acerca da volta de Cristo. Enquanto Cristo esteve aqui Ele fez três promessas básicas para a igreja. A primeira promessa foi: ‘Eu edificarei a minha igreja’. A segunda foi: ‘O Espírito Santo vos encherá’. Ele já cumpriu essas duas e a terceira Ele vai cumprir já, já. ‘Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também’. Ele vai voltar!”, bradou o pregador.

André Matias encerrou falando sobre o sono da indolência. “Está havendo um despertamento espiritual, o Brasil está sendo chacoalhado de um canto ao outro, temas como estes voltaram a fazer parte dos nossos congressos, o desejo da igreja pelos céus está mais ardente que nunca.  Mas infelizmente muitos ainda estão dormindo. Tem muita gente roncando espiritualmente, tem muita gente dormindo porque não se decide. Mas é a Bíblia quem diz: ou você é quente ou você é frio, o morno Deus vai vomitar. Nós não podemos cochilar. Jesus deixou uma senha em Mateus 25, quando Ele fala da parábola das 10 virgens. Observe que quem dorme não são só as loucas, as prudentes também dormiram. Tem dois povos ali: a igreja e Israel. A igreja entra, e Israel fica para a grande tribulação. O texto de Mateus 25 está querendo deixar claro que a igreja do arrebatamento também corre o risco de cochilar. Eu sinto Deus dizendo aqui: acorda, acorda, acorda!”, orientou o pastor. Após a ministração da Palavra, dezenas de jovens aceitaram a Jesus.